OUÇA AO VIVO

Nenhum evento encontrado!

“Queremos a inclusão dos ambulantes, mas também o respeito aos comerciantes que pagam imposto”, diz secretário

O secretário do desenvolvimento econômico e inovação de Aracaju, Victor Rollemberg, participou do “Cultura Noticias” na manhã desta quinta-feira, dia 20. Ele destacou as

O secretário do desenvolvimento econômico e inovação de Aracaju, Victor Rollemberg, participou do “Cultura Noticias” na manhã desta quinta-feira, dia 20. Ele destacou as ações

O secretário do desenvolvimento econômico e inovação de Aracaju, Victor Rollemberg, participou do “Cultura Noticias” na manhã desta quinta-feira, dia 20. Ele destacou as ações da pasta, em especial os projetos para a recuperação do centro de Aracaju.

O gestor lembrou que este projeto de recuperar o centro da cidade é um de seus maiores planejamentos durante a atuação na prefeitura. “Sabemos que temos um centro comercial pujante. Esse é um ponto positivo, mas também temos vários problemas que devem ser acatados. Um deles é a questão de prédios publico abandonados. O do INSS, Hotel Palace e outros espalhados pelo Centro é um deles, talvez um dos principais. Sem contar o aspecto de abandono que alguns locias já mostram. Isso tem que ser revisto, mas não para agora. A revitalização do comercio é algo para 10, 20 anos. Nossos filhos e netos que poderão ver o resultado.

Victor disse que é preciso novos atrativos para o centro comercial. “Uma das ideias é tornar o local bem movimentado à noite também. Um dos pontos seria a criação de um roteiro gastronômico. Temos uma padaria na rua Santa Rosa onde surgiu o nosso famoso pão jacó. Temos ao lado da Capelania do Divino Salvador uma lanchonete da década de 70 que tem o tradicional bolinho de bacalhau. Isso é importante ser revisto e planejado e organizado. Mas como falei, é algo que vai demandar tempo”, afirmou.

Perguntado sobre a falta de organização do entorno dos mercados centrais de Aracaju, o secretário disse que é algo que deve ser feito, mas sem retirar a oportunidade de trabalho dos que vendem nas ruas. “Há uns 20 anos o prefeito João Augusto Gama revitalizou os mercados. Foi um trabalho muito difícil, pois havia uma cultura, mas o aspecto do mercado era péssima. Depois da restauração ficou algo esplêndido, mas com o tempo e as questões sociais nossas ruas voltam a ficar com problemas, devido a alta demanda de ambulantes. A ideia é ter uma área especifica para eles. Queremos a inclusão dos ambulantes mas também o respeito aos comerciantes que pagam imposto e também querem a sua frente organizada”, explicou.

O secretário também afirmou que outros pontos comerciais de Aracaju devem ser revistos, a exemplo do tradicional bairro Siqueira Campos. “Este é considerado o segundo centro de Aracaju. Também é necessária uma reformulação. Já se tem projetos para recuperar a antiga estação da leste e fazer ali um atrativo cultural. Tudo deve ser feito em sintonia com o que a cidade tem, o trabalho de seu povo”, lembrou.

Victor Rollemberg também citou casos de sucesso em bairros que antes viviam realidades bem complexas. “Tenho casos interessantes no bairro Japaozinho, que são cases de sucesso que o mundo precisa conhecer. Isso não é tão divulgado, mas conosco isso será feito”, comentou.

E ao final o secretário disse que o futuro será de grande desenvolvimento na ara de startups. “Aracaju precisa se preparar a exemplo do que aconteceu com Recife, onde aproveitou prédios do centro antigo para olhos de gestão de informática. Em breve estaremos entregando na galeria Jota Inácio na Orla locais para desenvolvimento de empresas. Esse é o futuro que deve ser proposto para nossa capital”, finalizou.

 

Por Rozendo Aragão

Redação C8

Foto: Rozendo Aragão

Por: Rede Cultura de Comunicação

Postado: 20/06/2024

Compartilhar:

Notícias relacionadas